Em pelo menos 160 dias do ano, moradores das imediações do rio Catatumbo em Maracaibo, Venezuela, convivem com relâmpagos que iluminam os céus da região. Calcula-se que a quantidade de clarôes chega a 280 por hora, podendo durar até 10 horas em um dia. Várias são as teorias, uma boa parte dos cientistas atribue o fenômeno às características geológicas em torno da bacia do rio Catatumbo que contribue para um sistema de baixa pressão constante. O bombardeio constante de raios em Maracaibo ajuda a repor a camada de ozônio.


Foto: Wiki Commons
Fontes: Io9; Youtube, usuário: TheEbruTV